Meu primeiro apê: alugando um apartamento em Curitiba

coloquei essa foto bonita do pinterest só pra passar vontade mesmo

Pra quem me acompanha no instagram, já sabe que eu to alugando meu primeiro apê nesse mês de abril. Nosso primeiro apê, porque vou morar com meu namorado. Passei meses procurando até encontrar algum que me agradasse nos quesitos principais, que são: localização, valor e estrutura do apartamento.

Explico: queria algum lugar de fácil acesso aos ônibus e perto de mercado. O apartamento que encontrei é na quadra AO LADO de um mercado grande e próximo dos tubos de ônibus. De quebra, fica perto de um parque (adoro parques <3).

eu quando penso que vou morar perto de um mercado grande

Também queria um apartamento novo. Sei que isso significa perder espaço, via de regra, além de valor mais alto. Mas eu não queria ter que lidar com cupim, troca de rodapé, pintura em todos os cômodos, infiltrações, etc. Mesmo que isso signifique ter janelas menores. Agora que vamos começar a pagar aluguel mensalmente, não vamos ter dinheiro pra eventualidades constantes (algo esperado em um apartamento antigo).

Até porque somos em duas pessoas e duas gatas. Sendo assim, espaço demais no apartamento só iria significar mais coisa pra limpar. Tenho fé que a gente vai conseguir viver mais do que bem em 50m².

Pra mim, o combo apartamento novo + preço mais baixo + lugares próximos vale mais a pena do que morar em uma região central/apartamento grande.

Por onde começar?

Eu ficava monitorando os sites gerais de aluguel, tipo o Viva Real, Zap Imóveis e Imóveis Curitiba. Além de entrar nos sites das imobiliárias que ouço falar bem por aí. Nos filtros sempre colocava no máximo R$ 800 de aluguel porque a gente não consegue pagar mais do que isso, até porque tem condomínio e taxa de seguro fiança. Mas a gente já fala disso.

No final das contas, achei meu apêzinho no Zap Imóveis mesmo. Nos encantamos pelas fotos e, quando marcamos visita, já tava certo que era nosso. Aí só tinha que providenciar a documentação e pronto.

Mas tive que abrir mão na sacada, que é algo que eu sonho desde sempre. E depois que adotei as gatas, se tornou essencial porque temos que ter um lugar pra colocar o banheiro delas, que seja bem ventilado. Mas esse apartamento tem uma área de serviço que é tipo aberta na parede, vou postar fotinhos mais pra frente, daí vocês podem concordar comigo. Então resolvemos alugar assim mesmo, sem sacada </3.

Imobiliária x aluguel direto com o proprietário

Eu achei o apê num site de imóveis, logo, fiz todo o processo através do intermédio de uma imobiliária. Sim, eu sei que isso tende a aumentar o valor do aluguel, mas eu fiquei muitos meses de olho nos grupos de facebook “aluguel /curitiba /direto com o proprietário” e nunca vi nada bom. E a imobiliária garante mais segurança pra gente, né… e alugando pela imobiliária tem as possibilidades que eu vou falar logo abaixo. Direto com o proprietário você provavelmente vai precisar dar um valor caução (mas tende a ser mais baixo, tipo 3x o valor do aluguel), que é uma segurança porque aparentemente tem muita gente que aluga o imóvel, sai do nada e deixa o proprietário com um imóvel destruído e sem o valor do aluguel. A parte boa de alugar direto com o proprietário é que é mais fácil de chorar um desconto e tende a ser mais rápido porque não precisa das opções que eu falo já já. Então é pa pum.

Eu só ouvi falar mal da Apolar, imobiliária conhecida aqui da cidade. Imobiliárias grandes tendem a ser mais… perigosas, sabe? Não se importar com o locatário. A imobiliária que escolhemos é menor, fica do outro lado da cidade mas eu to adorando a atenção da corretora e por enquanto não tenho nada a reclamar. Acabou sendo um pouco enrolado pra alugar por causa do que eu já vou falar, mas é coisa de um mês entre achar o apartamento e pegar as chaves. Enrolado pra quem quer coisa PRA ONTEM, mas bem tranquilo pra quem não tem pressa, né?

Burocracia

Alugar um apartamento é muito chato. E nem é por causa dos 500 documentos que pedem, ou porque temos que preencher uma ficha de cadastro enorme. É porque você tem que pagar a mais por isso. Sim, além do aluguel.

então quer dizer que eu tenho primeiro que pagar pra poder pagar o aluguel?

Basicamente, você tem três opções:

Título de capitação

Você pode dar um valor caução, que eles chamam de título de capitalização. Esse valor varia entre 6 e 12 meses do aluguel bruto. Então no nosso caso, teríamos que ter perto de SEIS MIL REAIS pra depositar e deixar lá até o término do contrato. Isso porque eles devolvem o valor ao final, se nada foi avariado e tal. Mas é ruim porque o dinheiro fica preso lá durante, sei lá, um ano da sua vida. A parte boa é que dizem ser bem rápido pra alugar, além de render uma graninha extra. Escolhas.

Fiador

Esse é o jeito menos prejudicial porque a gente não gasta nada. Mas tem o problema de ser muito difícil achar um fiador, porque a pessoa tem que preencher alguns requisitos, tipo ter um imóvel quitado e possuir renda 3x maior do que o valor bruto do aluguel. E depender de favor alheio é sempre complicado. Depois de providenciar os documentos, é só ir na imobiliária assinar e boa.

Seguro-fiança

Esse é o pior jeito dos 3, mas é o mais utilizado. Consiste em pagar um valor mensal, cerca de 17% do valor do aluguel. Mas é ruim porque esse dinheiro não volta pra você nunca, o que eu acho que é um roubo. Mas apesar de ser o pior, é o mais acessível, porque não precisa depender de ninguém e nem ter milhares de reais à disposição. É o que a gente escolheu. O problema é que precisa ter uma renda X pra ser aceito pelas seguradoras, então no meu caso tive que enviar os meus documentos e do meu namorado, pra somar as rendas e conseguirmos alugar.

Então o que você vai ter que pagar mensalmente?

Aluguel (pra imobiliária) + condomínio (pro síndico) + possíveis taxas tipo IPTU e seguro incêndio. No nosso caso, também temos que pagar o seguro fiança junto com o aluguel. Se informe com a imobiliária antes sobre as taxas, o pagamento das despesas, porque é bem comum a água/gás estarem inclusos no condomínio, se o mesmo for um valor relativamente alto. Isso vai evitar que você tenha surpresinhas depois.

Vistoria e entrega do apartamento

É feita uma vistoria antes de entrar no imóvel, e uma quando você sai, pra conferir o estado dele nas duas situações. Via de regra você pode fazer o que quiser com o apartamento, tipo pintar, fazer furo, colocar tela nas janelas (confira com o síndico/imobiliária, porque as vezes existe um padrão), modificações pequenas… desde que entregue tudo do jeitinho que recebeu, ao término do contrato de locação. Mas confira com a imobiliária sempre! Já ouvi falar de donos de imóveis que não pedem pra voltar ao estado inicial quando a mudança agrega valor ao imóvel, mas tem que ser tudo conversadinho. É meio triste investir em melhorias em um apartamento que não é seu, mas é o que pretendemos fazer, porque eu adoro decoração e sempre quis personalizar minha casinha. E não quero esperar sei lá quantos anos até podermos comprar nosso apartamento. Mas pra frente faço posts sobre isso.

quando eu penso em decorar minha casa

São escolhas… seja como for, é isso aí que precisa fazer pra alugar um apê. É ruim gastar dinheiro com aluguel sim, mas fazer o que, né?  No próximo post eu vou falar sobre medidas do apartamento e como escolher os móveis. E você, já alugou apartamento? Tem algo a adicionar que eu esqueci? Me conta!

 

Share Button
Continue Reading